Paz no aquário

Eles não emitem ruídos, são curiosos e, por vezes, até mesmo cômicos. Mas será que o ambiente em que os peixes ornamentais vivem influencia o modo como se comportam?

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/01/paz-no-aquario.html
Aquário. Fonte da imagem: Melhores Amigos.

VAMOS DESCOBRIR...

É bem isso o que ocorre, diz o biólogo Ronald Oldfield, autor de um novo estudo. Usando filhotes de um peixe tropical comum, o ciclídeo Midas (Amphilophus citrinellus), Oldfield notou que, em um aquário doméstico, os peixes mordiscavam e atacavam uns aos outros. A agressividade, porém, não se manifestava em um tanque de 375 litros dotado de plantas e recessos.


Midas (Amphilophus citrinellus). Fonte da imagem: publicdomainpictures.

AMBIENTES NÃO NATURAIS

Em ambientes apertados e despojados, segundo Oldfield, o comportamento agressivo torna-se vantajoso, pois os peixes não têm nada mais para fazer. Mas, em acomodações espaçosas e com vários objetos que interrompem a linda visão, os peixes concentram sua energia na exploração do local, e não em brigas com os outros indivíduos.


Fonte da imagem: pixabay.

Oldfield espera que o estudo leve os donos de aquários a ver de outro modo os lares de seus amigos escamosos. Pois eles também merecem um lugar confortável para viver, já que foram tirados de seus habitats naturais.

Referência: Revista National Geographic Brasil, Junho de 2012, Edição Especial Rio + 20.

Para finalizar veja um vídeo do canal Amantes do Aquarismo, sobre Os 10 peixes mais FÁCEIS de se criar em aquário!:




E VENHA NOS SEGUIR NAS COLEÇÕES DO GOOGLE+, ONDE TEM TODAS NOSSAS POSTAGENS POR CATEGORIAS, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS:

 https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/ARSoQB https://plus.google.com/collection/YLgT0

Comentários