Carnívoros a beira da extinção

Os carnívoros podem entrar em extinção a qualquer momento. Este é um alerta segundo uma pesquisa feita e publicada na revista Science. A perda de habitat e a caça ilegal são as principais ameaças.


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/03/carnivoros-beira-da-extincao.html
A onça-pintada (Panthera onca) é um carnívoro considerado vulnerável pelo Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Fonte da imagem: National Geographic Brasil.

VAMOS DESCOBRIR...

Nós somo mamíferos, seres humanos, e temos a tendência de considerá-los como um tipo dominante de vertebrado. Essa perspectiva não se opõe ao fato, por exemplo, que os mamíferos são apenas um pouco mais que a metade das aves viventes, e os peixes de nadadeira incluem muito mais espécies viventes que todos os tetrápodes juntos. Mas a ideia está difundida.


ESPECIALIZAÇÃO DOS CARNÍVOROS

Mamíferos carnívoros possuem pós-caninos especializados em rasgar alimento. Os carnívoros eutérios (que apresentam dentes caninos muito proeminentes e bem desenvolvidos) possuem um par de dentes especializados, modificados em um conjunto de lâminas cortantes, os carniceiros, formados pelo último pré-molar, na maxila superior, e pelo primeiro molar da maxila inferior. Os creodontes eutérios (ordem obsoleta de mamíferos extinta) extintos também apresentavam carniceiros, mas eles eram formados por dentes diferentes, em uma posição mais caudal nas maxilas. O lobo marsupial não possui carniceiros verdadeiros, cada molar foi, de certa forma, especializado em uma forma de lâmina, mas nenhum deles é significativamente maior do que o outro.


Panthera tigris. Fonte da imagem: mmbiztoday.

CAUSAS DO RISCO DE EXTINÇÃO

A revista Science, divulgou um estudo preocupante sobre os carnívoros de grande porte: 75% das 31 espécies existentes podem entrar em extinção.

A maioria dos carnívoros vivos se concentra nas regiões da Amazônia, da Ásia e da África. No restante do mundo, estão praticamente exterminados, e as principais causas são:

- Perda de habitat, que é causada por conta do crescimento desenfreado das cidades;

Caça ilegal, muitas vezes motivada por interesses financeiros;

- Extração das presas, que pode ser resultado dos fatores anteriores.

Panthera leo. Fonte da imagem: wikipedia.

E essa situação causa impactos negativos em todo o equilíbrio dos ecossistemas globais. Esses animais - como em qualquer ecossistema - ajudam na manutenção e regeneração de florestas e matas ciliares (aquelas que se encontram à beira dos rios e ajudam a evitar erosão), outros ajudam no sequestro de carbono (ou seja, remoção do gás carbônico e liberação do oxigênio na atmosfera) e controle de doenças.

Puma concolor. Fonte da imagem: photorator.

O principal autor do texto publicado pela Science, William Ripple, explica que os ecossistemas voltam rapidamente ao normal uma vez que as populações de carnívoros, como o lobo de Yellowstone e os linces da Finlândia, são restabelecidas.

Na realidade, todo ser vivo é importante na natureza. Qualquer animal faz falta ao equilíbrio dos ecossistemas, mas os carnívoros em especial já que, por seu porte e importância, é bem mais difícil substituí-los.

Referência: National Geographic Brasil

E NÃO DEIXE DE SEGUIR NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO:

 https://plus.google.com/collection/8ZnoQB https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/o9fhQB

Comentários