segunda-feira, 10 de março de 2014

Cogumelos brilhantes

Um fenômeno extraordinário observado em vários seres vivos, desde vertebrados a invertebrados marinhos, assim como em microrganismos e animais terrestres.

 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/03/cogumelos-brilhantes.html
Cogumelos bioluminescentes. Fonte da imagem: Beautiful planet Earth.

VAMOS DESCOBRIR...

Entre estes seres vivos estão alguns cogumelos, que emitem uma luz brilhante com tom esverdeado. Segundo alguns pesquisadores, ela seria responsável por atrair insetos que dispersam os esporos das frutificações de alguns fungos.


A CLASSE DOS BASIDIOMYCETES

Os basidiomicetos (do grego basis, base) formam estruturas reprodutivas denominadas basídios. O nome deriva do fato de os basídios terem a base presa ao corpo de frutificação e a extremidade livre onde se alojam quatro esporos, denominada basidiósporos. A maioria dos basidiomicetos forma corpos de frutificação chamados basidiocarpos, popularmente conhecidos como cogumelos (AMBIS & MARTHO, 1998).


 https://bio-orbis.blogspot.com.br/2014/03/cogumelos-brilhantes.html
Fonte da imagem: TopBiologia.

COGUMELOS VENENOSOS

Os cogumelos comuns e em forma de guarda-chuva incluem os comerciais, os comestíveis, a espécies Amanita, que é mortalmente venenosa, as espécies de lamelas quebradiças de cores vivas, com chapéus leitosos ou nacarados e lamelas de cera. Muitos cogumelos contêm substâncias alucinógenas que podem causar delírio e coma. Alguns são tão venenosos que até pequenas porções podem matar (AMARAL et al., 1999).

A BIOLUMINESCÊNCIA

O fenômeno da bioluminescência é uma reação química gerada por uma enzima que funciona como mecanismo de sobrevivência para diversos organismos no mundo todo.


Fonte da imagem: TopBiologia.

Atualmente, a maior incidência de cogumelos luminosos acontece no Japão. Na Ilha Mesameyama, em Ugui, pequenos pontos de luz cobrem troncos de árvore e o solo úmido em toda a região.

Neonothopanus gardneri é o maior fungo bioluminescente do Brasil e um dos maiores do mundo. Fonte da imagem: TopBiologia.

Uma reportagem da BBC Brasil revelou que existem 71 espécies de fungos que emitem luz, e 12 delas estão presentes no Brasil. Apesar de tudo, a ciência ainda não desvendou o processo químico que permite que o fungo produza luz.

REFERÊNCIAS
Site: TopBiologia.
AMABIS, José Mariano; MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia dos Organismos - Classificação, Estrutura e Função nos Seres Vivos. Editora Moderna LTDA, 1998. ISBN 85-16-01060-0.
AMARAL, Maria Aparecida; AZEVENO, Dinah de Abreu; BIFANO, Maria Elisa; CUNHA, Mirian; FRANÇA, Luiza Ana; GLEICH, Mirna; HEIN, Yone F. Mushorroms - A pocket companion. 1999. Livraria Nobel S.A: Cogumelos: guia prático. 99-1854. CDD-589.2.

Para finalizar veja um vídeo do canal National Geographic sobre Glow-in-the-Dark Mushrooms: Nature’s Night Lights (ative as legendas):


E VENHA NOS SEGUIR NAS NOSSAS COLEÇÕES DO GOOGLE+ PARA FICAR LIGADO NAS NOSSAS POSTAGENS, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO:

 https://plus.google.com/collection/YNjvQB https://plus.google.com/collection/YLgT0 https://plus.google.com/collection/YU0mQB

2 comentários: