Uma em cada seis espécies pode ser extinta por causa das mudanças climáticas

O aumento de 4 ºC na temperatura do planeta pode colocar 16% das espécies animais da Terra sob risco de extinção.

 http://www.bioorbis.org/2015/05/uma-em-cada-seis-especies-pode-ser.html
Fonte da imagem: pixabay.

VAMOS DESCOBRIR...

Uma em cada seis espécies do planeta estará ameaçada de extinção caso os seres humanos não reduzam as emissões de carbono, segundo estudo publicado na revista Science. “A biodiversidade global é a fundação para a economia, cultura, comida e saúde dos seres humanos. Mas se continuarmos nossa trajetória atual de emissão de gases do efeito estufa, iremos encarar a perda de uma em cada seis espécies”, afirma Mark Urban, ecologista da universidade de Connecticut e autor do estudo.


Fonte da imagem: pixabay.

Na pesquisa, Urban reuniu resultados de vários estudos sobre o tema para produzir uma análise abrangente dos riscos de extinção biológica gerados pelas mudanças climáticas. A principal conclusão de Urban é que à medida que as temperaturas do planeta continuam a aumentar, a biodiversidade diminui.


Fonte da imagem: pixabay.

Segundo o estudo, as espécies que mais sofrem risco de extinção estão na América do Sul, Austrália e Nova Zelândia. De acordo com o modelo criado por Urban, o aumento de 4º na temperatura do planeta pode colocar 16% das espécies animais da Terra sob risco.


Fonte da imagem: pixabay.

Para chegar a esse número, Urban considerou uma série de fatores como as características das espécies e sua distribuição, temperaturas globais e peculiaridades de cada região. “Como um planeta, temos a oportunidade de decidir o destino da biodiversidade em dezembro, na Conferência de Paris”, afirma Urban. “Podemos adotar medidas que limitem esse risco”.

Fonte: Planeta Sustentável

E VENHA NOS SEGUIR NAS NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR OS LINKS:

 https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/M-zdQB https://plus.google.com/collection/o9fhQB

Nenhum comentário:

Postar um comentário