Emmy Noether

O teorema de Noether.

Emmy Noether. Fonte da imagem: wikipedia.

VAMOS CONHECÊ-LA...

Nome: Amelia Emmy Noether

Nacionalidade: Alemã

Nascimento: 23 de maço de 1882
Local: Erlangen

Morte: 14 de abril de 1935 (53 anos)
Local: Bryn Mawr

Área: Matemática

Instituições: Universidade de Göttingen, Bryn Mawr College

Alma mater: Universidade de Erlangen-Nuremberga

Tese: 1907: Über die Bildung des Formensystems der ternären biquadratischen From

Orientador: Paul Gordan

Orientado(s): Max Deuring, Hans Fitting, Grete Hermann, Zeng Jiongzhi, Jacob Levitzki, Hans Reichenbach, Otto Schilling, Ernst Witt

Conhecida por: Teorema de Noether

Seu trabalho sobre os invariantes diferenciais em cálculo das variações, chamado teorema de Noether foi chamado de "um dos teoremas matemáticos mais importantes já provados dentre os que guiaram o desenvolvimento da física moderna". 

A alemã Amalie Emmy Noether nasceu em 1882 em uma família judia. Filha de um pai matemático, Emmy inicialmente considerou ser professora de francês e inglês durante sua educação que seguiu os padrões tradicionais das jovens de boas famílias de sua época, mas acabou desistindo da ideia de trabalhar com idiomas e, aos 18 anos, decidiu estudar matemática na Universidade de Erlangen-Nuremberg – onde seu pai lecionava.

Figura 2. Fonte da imagem: ias.

Por ser mulher, a instituição não permitiu que ela se inscrevesse para participar oficialmente do curso, mas a influência de seu pai fez com que Emmy fosse autorizada a assistir às aulas por dois anos. Depois, seu talento abriu portas para a realização de um exame que lhe permitiu iniciar um doutorado na área desejada, tornando-se uma aluna de fato. Anos mais tarde, Noether defendeu sua tese sob a supervisão do também matemático Paul Gordan, tornando-se a segunda mulher a obter um diploma na área de Matemática e, na sequência, trabalhando no Instituto Matemático de Erlangen (Figura 2) sem receber salário por incríveis sete anos.

REVOLUCIONOU A MATEMÁTICA E A FÍSICA

O trabalho de Noether pode ser dividido em três principais períodos. O primeiro durou de 1908 a 1919, quando ela fez contribuições significativas à teoria dos invariantes e dos corpos numéricos. Foi nessa época que a matemática desenvolveu o Teorema de Noether (Figura 3), “um dos teoremas matemáticos mais importantes já provados dentre os que guiaram o desenvolvimento da física moderna”.

Figura 3. Fonte da imagem: laguia2000.

O segundo período aconteceu entre 1920 e 1926, quando Noether começou trabalhos que mudaram a face da álgebra abstrata. Isso porque em seu artigo pra lá de clássico chamado Idealtheorie in Ringbereichen (“Teoria de ideais nos domínios dos anéis”) (Figura 4), de 1921, Emmy transformou a teoria dos ideais em anéis comutativos em uma poderosa ferramenta matemática que serve para diversas aplicações.

Figura 4. Idealtheorie in Ringbereichen. Fonte da imagem: amisbnf.

Já o terceiro período principal de seu trabalho foi o que ocupou os anos entre 1927 e 1935, e foi nessa época que Noether conseguiu publicar seus principais trabalhos sobre álgebras não comutativas e números hipercomplexos, realizando a união entre a teoria das representações dos grupos com a teoria dos módulos e ideais. Além de ter publicado trabalhos autorais, Emmy também permitiu que outros matemáticos publicassem suas ideias e linhas de investigação, o que acabou afetando campos bastante distantes de seu trabalho principal, como, por exemplo, a topologia algébrica.

MULHER GÊNIO

Emmy Noether publicou mais de 40 artigos em toda sua carreira como matemática, muitos deles que revolucionaram não somente esta área de atuação, como também a física teórica. Além disso, como professora ela também era atenciosa e didática, inspirando muitos de seus alunos a fazer suas próprias contribuições para o campo da matemática nos anos subsequentes.

Figura 5. Fonte da imagem: universoracionalista.

A mulher que conseguiu mostrar ao mundo que a matemática não tinha segredos para as mulheres, que eram tão capazes quanto os homens também nessa área de estudo e pesquisa, viveu uma vida de luta pelos direitos femininos na academia e é, até os dias de hoje, um exemplo de resiliência, de força de vontade e de batalha pela igualdade de gêneros na academia. Além disso, Emmy superou barreiras que iam além das questões de gênero, pelo fato de ter sido uma judia em uma Alemanha contaminada por uma onda de antissemitismo.

Na ocasião de seu falecimento, Albert Einstein, que havia usado o trabalho de Noether sobre a teoria dos invariantes para formular parte de seu trabalho com a relatividade, chegou a chamá-la de “o gênio matemático criativo mais significativo já produzido desde que a educação superior para mulheres foi iniciada”. 



E NÃO DEIXEM DE SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE+:

 https://plus.google.com/collection/Ut3sQB https://plus.google.com/collection/IPIdQB

Comentários