A vida dos insetos sociais

Entre os insetos sociais temos os cupins, abelhas, vespas e formigas. Suas sociedades são bem diversas, de pequenas colônias com poucos indivíduos até sociedades que contam com vários milhões.


VAMOS DESCOBRIR...

As colônias de algumas espécies vivem períodos curtos e são estacionárias, outras podem alcanças muitos anos. Segundo a espécie, as colônias são formadas por um só individuo ou por um grupo de indivíduos que cooperam, sendo formadas por membros de ambos os sexos (nos cupins) ou quase exclusivamente por fêmeas (nas formigas).

A vida nas colônias é regulada por uma eficiente atividade coordenada entre os indivíduos que as compõem, que se comunicam entre si graças a uma série de mensagens químicas (feromônios).

AS ABELHAS

Abelhas. Fonte da imagem: pixabay.

O inseto social mais conhecido pela milenar convivência com o homem é a abelha. Sua sociedade é integrada por três tipos: rainhas, zangões e operárias. Só as rainhas podem ser fecundadas e pôr ovos; os machos, que sobrevivem um curto período de tempo, têm como único objetivo fecundar as rainhas; o resto do trabalho é efetuado pelas operárias.

AS FORMIGAS


Formigas. Fonte da imagem: pixabay.

Não entanto, o inseto social mais comum é a formiga: são conhecidas mais de 12.000 espécies. Suas dimensões variam de apenas 1 mm até mais de 3 cm. Possuem também 3 níveis hierárquicos e as fêmeas não fecundadas se dividem em operárias e soldados. Algumas formigas são nômades e se deslocam construindo formigueiros ocasionais.

AS VESPAS

As vespas são os insetos que formam sociedades mais simples e primitivas. Suas colônias são anuais, e só as fêmeas fecundadas superam o inverno para formar uma nova colônia na primavera seguinte.

Vespas. Fonte da imagem: pixabay.

OS CUPINS

Os cupins são vegetarianos, possuindo no seu aparelho digestivo os microrganismos que lhes permitem digerir a madeira. 

Cupins. Fonte da imagem: pixabay.

Entre eles as funções das colônias são desenvolvidas pelos dois sexos, já no caso dos himenópteros (abelhas, vespas e formigas) todo trabalho é desenvolvido pelas fêmeas e os machos só tem como objetivo a reprodução. As rainhas de algumas espécies tropicais podem alcanças os 10 cm de comprimento e produzir milhares de ovos por dia.

Referência
EDITORE, Alberto Peruzzo. Autênticos insetos de coleção. Insetos, aracnídeos e outros artrópodes. A natureza de 1000 formas e cores, 2008.




E VENHA SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE PLUS

 https://plus.google.com/collection/YLgT0 https://plus.google.com/collection/MK9dQB

 https://plus.google.com/collection/Ut3sQB https://plus.google.com/collection/YU0mQB

Comentários