Frutos, frutas e legumes, afinal qual a diferença entre eles?

Você com certeza alguma vez já se perguntou qual a é a diferença entre frutas e legumes não é mesmo? Então vem com a gente que vamos explicar.

 http://www.bioorbis.org/2018/08/frutos-frutas-legumes-diferenca.html
Uma rica salada de frutas. Pixabay/Domínio Público.

VAMOS DESCOBRIR...

Os frutos surgem do desenvolvimento dos ovários, geralmente após a fecundação dos óvulos. Em geral, a transformação do ovário em fruto é induzida por hormônios liberados pelos embriões em desenvolvimento.

Existem casos, porém, em que ocorre a formação de frutos sem que tenha havido polinização. Frutos que se desenvolvem sem prévia polinização e fecundação das flores são chamados partenocárpicos (Figura 2).

partenocárpicos
Figura 2. (A) Frutos de romã em diferentes estágios do desenvolvimento. (B) Frutos partenocárpicos de banana. (C) Detalhe de flores de bananeira com ovários (futuras bananas) já bastante desenvolvidos.

PARTES DE UM FRUTO


Um fruto é constituído por duas partes principais: o pericarpo, resultante do desenvolvimento das paredes do ovário, e as sementes, resultantes do desenvolvimento dos óvulos fecundados.


O pericarpo compõe-se de três camadas: epicarpo (camada mais externa), mesocarpo (camada intermediária) e endocarpo (cama mais interna). Em geral, o mesocarpo é a parte do fruto que mais se desenvolve, sintetizando e acumulando substâncias nutritivas, principalmente açúcares (Figura 3).

epicarpo-mesocarpo-endocarpo
Figura 3. Em frutos carnosos, como o abacate (A), o tomate (B) e o pêssego (C), a parte macia e comestível é o mesocarpo. No tomate o endocarpo é uma fina película, enquanto no pêssego é espesso e duro, formando, junto com a semente, o caroço. Na laranja (D) a parte branca é o mesocarpo e os gomos constituem o endocarpo. As “garrafinhas” cheias de suco dos gomos são pelos do endocarpo que acumulam soluções de açúcares e ácidos orgânicos. No coco-da-baía (E) o mesocarpo é fibroso, permitindo a flutuação do fruto, e o endocarpo é espesso e duro (a “casca” marrom-escura do coco maduro). A semente do coco está intimamente unida ao endocarpo e contém um embrião e um tecido nutritivo (endosperma), representados pela polpa comestível e pela água. A ervilha (F) tem fruto cujo pericarpo (as duas metades da vagem) é seco, isto é, pouco suculento.

CLASSIFICAÇÃO DOS FRUTOS


Diversas características são utilizadas para se classificar os frutos, entre elas o tipo de pericarpo, se o fruto abre-se ou não espontaneamente para liberar as sementes, a forma de abertura etc.


Frutos carnosos


Frutos que apresentam pericarpo suculento são denominados carnosos e podem ser do tipo baga, quando se originam de ovários uni ou multicarpelares com sementes livres (ex.: tomate, abóbora, uva e laranja), ou do tipo drupa, quando se originam de ovários unicarpelares, com semente aderida ao endocarpo duro (ex.: azeitona, pêssego, ameixa e amêndoa).

Solanum-lycopersicum
Figura 4. Tomate (Solanum lycopersicum). Pixabay/Domínio Público.

Frutos secos


Frutos que apresentam pericarpo não suculento são chamados de secos e podem ser deiscentes, quando se abrem ao amadurecer, liberando suas sementes, ou indeiscentes, quando não se abrem ao se tornar maduros.


Os frutos deiscentes costumam ser classificados em:

a) folículo, quando se originam de ovários unicarpelares, abrindo-se por uma única fenda longitudinal (ex.: esporinha);

b) legume, quando se originam de ovários unicarpelares, abrindo-se por duas fendas longitudinais (ex.: feijão e ervilha) (Figura 5);

Pisum-sativum
Figura 5. Ervilhas (Pisum sativum). Pixabay/Domínio Público.

c) síliqua, quando se originam de ovários com dois carpelos, deixando aparente o septo mediano ao se abrir (ex.: couve);


d) cápsula, quando se originam de ovários com dois ou mais carpelos, abrindo-se pela linha entre esses carpelos, como a azaleia (cápsula septícida); pelo meio de cada carpelo, como o algodão (cápsula loculicida); por meio de uma linha transversal, como a castanha-do-pará (cápsula poricida).

frutas-frutos-legumes
Figura 6. Pixabay/Domínio Público.

Os frutos indeiscentes, por sua vez, costumam ser classificados em:

a) aquênio, quando a única semente se liga à parede do fruto por um ponto (ex.: girassol);

b) cariopse, quando a única semente está unida à parede do fruto em toda sua extensão (ex.: arroz, milho e trigo);

c) sâmara, quando apresentam expansões em forma de asas (ex.: sapindáceas, malpiguiáceas e algumas leguminosas).

O QUE SÃO PSEUDOFRUTOS?


Em certas espécies de plantas, outras partes da flor, além do ovário, acumulam substâncias nutritivas depois da fecundação, tornando-se carnosas e comestíveis.


Uma vez que as partes desenvolvidas não provêm do desenvolvimento do ovário, não se fala em fruto verdadeiro e sim em pseudofruto (do grego pseudos, falso) (Figura 7).

pseudofrutos
Figura 7. Pseudofrutos. (A) A parte suculenta do caju é um pseudofruto simples, que se origina do desenvolvimento do pedúnculo e do receptáculo florais. O verdadeiro fruto do caju é a parte dura, em forma de rim, que contém a semente, conhecida como castanha-de-caju. (B) O morango é um pseudofruto composto. Sua flor apresenta diversos ovários, cujas bases acumulam substâncias nutritivas, originando a poupa vermelha comestível. Os ovários são os pontos escuros sobre a polpa do morango e contêm uma pequeníssima semente em seu interior. (C) O verdadeiro fruto da maçã, onde se localizam as sementes, fica envolvido pelo receptáculo floral suculento, que é a parte comestível. (D) O abacaxi é um pseudofruto múltiplo. Sua parte comestível se origina do desenvolvimento conjunto dos receptáculos florais das diversas flores que compõem sua inflorescência.

Referência
AMABIS, José Mariano; MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia dos Organismos, classificação, estruturas e função nos seres vivos. 1ª edição. Editora Moderna, 1998.

Para finalizar veja um vídeo do canal Professor GuerraBotânica - Fruto e Pseudofruto:



E NÃO DEIXE DE SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE PLUS, ONDE CADA UMA DE NOSSAS POSTAGENS ESTÃO SEPARADAS POR CATEGORIAS (CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR):

 https://plus.google.com/collection/0LmdQB https://plus.google.com/collection/YLgT0 https://plus.google.com/collection/Q5LvSB

Nenhum comentário:

Postar um comentário