Conheça 12 répteis verdadeiramente brasileiros

O Brasil é o terceiro país com maior número de espécies de répteis, atrás apenas da Austrália e do México.

https://www.bioorbis.org/2018/11/descubra-repteis-genuinamente-brasileiros.html

VAMOS DESCOBRIR...

✅ Canal no Youtube | Inscreva-se AGORA ✅
https://www.youtube.com/channel/UCdjF1j_jYXGznBq955YWDoQ?sub_confirmation=1

QUEM SÃO OS RÉPTEIS?


Os répteis surgiram a partir de um grupo primitivo de anfíbios que não tem representantes na fauna atual.

Apresentam uma série de caraterísticas que lhes permitiram explorar o ambiente terrestre sem depender da água para a respiração ou para a reprodução. São considerados o primeiro grupo de vertebrados tipicamente terrestres.

Leia também:

Quantas espécies de répteis existem no mundo?


Atualmente, existem apenas cerca de 6.500 espécies de répteis, ocupando principalmente o ambiente entre terrestre, mais com representantes também no ambiente marinho e no de água doce, desde os trópicos até as regiões temperadas.

Essas espécies atuais estão classificadas em: Testudines ou Chelonia, Lepidosauria, que inclui Sphenodontia ou Rhynchocephalia e Squamata (largatos e serpentes), e os Crocodilia.

Leia também:



OS AUTÊNTICOS RÉPTEIS BRASILEIROS


Agora veja a lista de 12 répteis puramente brasileiros:

LAGARTO DE OLHOS AZUIS


Lagarto de olhos azuis (Dactyloa transversalis). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

O lagarto de olhos azuis (Dactyloa transversalis) é uma das 282 espécies de lagartos do Brasil.

SUCURI


Sucuri (Eunectes). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

A sucuri é a maior espécie de réptil do Brasil. Apesar do seu tamanho, é uma serpente mansa e não venenosa – acidentes envolvendo essa espécie são raríssimos.



LAGARTO TAMAQUARÉ


lagarto-tamaquaré-Uranoscodon-superciliosus
Lagarto tamaquaré (Uranoscodon superciliosus). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

Algumas pessoas na Amazônia consomem chá feito a partir do lagarto tamaquaré (Uranoscodon superciliosus) pois acreditam que a bebida tem o poderes especiais como, por exemplo, “amansar marido”.

Leia mais sobre ele:

CROCODILIANOS


Jacaré. Foto: Pedro Peloso - National Geographic

Seis espécies de crocodilianos são encontradas no Brasil. Muitas dessas espécies sofrem com a caça ilegal para consumo da carne e produção de produtos de couro.

Leia mais sobre eles:

LAGARTO Stenocercus dumerilii


O lagarto Stenocercus dumerilii. Foto: Pedro Peloso - National Geographic

O lagarto Stenocercus dumerilii só é conhecido do Brasil, nos estados do Maranhão, Pará e Tocantins. A destruição do seu ambiente ameaça o futuro da espécie, que está ameaçada de extinção.



SERPENTE AMAZÔNICA


Serpente amazônica (Erythrolamprus typlhus). Foto: Pedro Peloso - National Geographic 

Quando se sente ameaçada, a serpente amazônica Erythrolamprus typlhus achata o seu corpo e exibe uma coloração laranja que pode ajudar a espantar seu predador.

Leia também:

LAGARTINHO-DE-LINHARES


Lagartinho-de-Linhares (Ameivula nativo). Foto: Pedro Peloso - National Geographic 

Oitenta espécies de répteis do Brasil estão ameaçadas de extinção. Dentre essas, o lagartinho-de-Linhares (Ameivula nativo), que só é encontrado em ambientes de restinga no Espírito Santo e Bahia.

JARARACA-VERDE


Cobra-papagaia (Bothrops bilineatus). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

A jararaca-verde, ou cobra-papagaia (Bothrops bilineatus), é uma das serpentes brasileiras realmente venenosas. Apesar disso, são animais geralmente inofensivos se o seu espaço for respeitado.

Leia também:



CALANDO-DO-SERTÃO


Calango-do-sertão (Tropidurus sertanejo). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

O calango-do-sertão (Tropidurus sertanejo) foi descoberto em 2016 — uma das mais recentes adições à lista de espécies de répteis do Brasil.

ANFISBENAS


Anfisbenas. Foto: Pedro Peloso - National Geographic

Anfisbenas pertencem a um grupo de répteis intrigantes e misteriosos. Suas características sugerem relação com serpentes (corpo alongado e ausência de patas) mas analises genéticas indicam que elas são mais relacionadas aos lagartos.

LAGARTO VERDE


Lagarto verde (Enyalius perditus). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

Mais da metade das espécies de lagartos do Brasil não é encontrada em nenhum outro lugar do mundo. O lagarto verde Enyalius perditus só existe na região sudeste do País.

FALSA COBRA-CORAL


Falsa cobra-coral (Oxyrhopus trigeminus). Foto: Pedro Peloso - National Geographic

A grande maioria das espécies de serpentes do Brasil é inofensiva. A falsa cobra-coral (Oxyrhopus trigeminus) é bastante comum e ocorre em quase todo o Brasil, com exceção da região sul.

Referências
Sites: nationalgeographicbrasil
LOPES, Sônia; ROSSO, Sérgio. Biologia. Volume único. Editora Saraiva, 2006.

2 comentários:

Imagens de tema por clintspencer. Tecnologia do Blogger.