Descubra a incrível lagarta que se "transforma" em uma cobra

Bom na verdade ela se transforma para uma aparência parecida com uma cobra, e isso é chamado de mimetismo.


 https://bio-orbis.blogspot.com/2014/05/a-lagarta-cobra.html
Fonte da imagem: The Higher Learning

VAMOS DESCOBRIR...

AS LAGARTAS QUE SE "TRANSFORMAM" EM COBRAS


As mariposas da espécie Hemeroplanes triptolemus, pertencente a família Sphingidae. Durante a sua fase larval, tem uma característica peculiar: o animal tem a aparência que lembra uma cobra, até com olhos semelhantes. 


lagarta-cobra
Figura 2. Mimetismo feito pela lagarta a espécie (Hemeroplanes triptolemus). Fonte da imagem: TopBiologia.


Essas larvas se alimentam de uma planta chamada de Mesechites trifida (na Figura 2 acima mostra o espécime em cima da planta), ate passar pela metamorfose.

A característica da lagarta-cobra serve para que elas espantem possíveis predadores. O mimetismo é resultado da capacidade da lagarta de expandir seus segmentos corporais anteriores quando se sente ameaçada, o que lhe da aparência do réptil.

Figura 3. A mariposa da lagarta-cobra (Hemeroplanes triptolemus). Fonte da imagem: TopBiologia.

Quando viram mariposas (Figura 3), vivem entre 10 e 30 dias. Elas utilizam uma estrutura para se alimentarem do néctar das plantas. As fêmeas da espécie depositam os ovos nas folhas das árvores, com um tempo para eclodirem de 3 a 21 dias.



Tendo pelo menos 2 gerações por ano, com voos a pico de janeiro a fevereiro e novamente de junho para julho. Estas mariposas é comum na Costa Rica, Belize, México e Guatemala, e provavelmente voa da América Central até à Colômbia, Equador, Bolívia, Argentina, Venezuela e Guiana.



OUTRAS CARACTERÍSTICAS CIENTÍFICAS DA LAGARTA-COBRA


Essa espécie, Hemeroplanes triptolemus, pertence a subfamília Macroglossinae (Harris, 1839).

São facilmente confundidas com as espécies Hemeroplanes ornatus, que não tem registro para o Cerrado até o momento. A H. triptolemos apresenta a mancha discal em forma de chifre, mais comprida e estreita do que em H. ornatus. As faixas de cor amarela ocupam toda largura do segmento abdominal, formando um anel na sua face superior, enquanto em H. ornatus, elas se restringem apenas ao centro dos segmentos

Referência 
TopBiologia

Para finalizar veja um vídeo do canal Mark Bowler sobre Stick, Snake or caterpillar? (ative as legendas):


6 comentários:

  1. O que será que desencadeia as evoluções no corpo dos seres vivos pra faze-los ficar parecidos com outros? Digo, como uma informação visual vai parar nos genes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá forsadetartaruga,

      Tocou em um ponto importante. Ai entra a questão do fenótipo, o meio externo atuando no genótipo, que são os genes. Mas claro que isso leva centenas, se não milhares de anos para que evolução atue e chegue a esse ponto.

      Agradecemos pelo comentário, um grande abraço.

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
  2. Eu não sei explicar como um genes de uma cobra fica com uma aparência no corpo de uma mariposas,mas é muito enteresante,apesar quê tenho pavor por cobras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é bastante complexo. Os ancestrais dessa mariposa devem ter associado com as cobras devido os seus predadores terem medo de cobras. É uma hipótese. Mas pode ter sido várias outras cosias. Não envolve somente um fator.

      Agradecemos pelo comentário, um grande abraço.

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
  3. Moro no Rio de janeiro. Encontrei uma lagarta serpente na planta da minha mãe. Confesso que foi um pouco assustador. Ela ao se sentir ameaçada , realmente mostra características de uma serpente !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa que interessante sua história. Agradecemos muito pelo seu comentário e por ter gostado da nossa postagem.

      Equipe BioOrbis.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.