Os peixes podem produzir seu próprio protetor solar?

Será mesmo que os peixes podem produzir seu próprio protetor contra os raios ultravioleta?

 https://www.bioorbis.org/2015/05/os-peixes-podem-produzem-seus-proprios.html
Este pequeno peixe pode produzir seu próprio protetor solar. Fonte da imagem - Aquariofilia.

VAMOS DESCOBRIR...

✅ Canal no Youtube | Inscreva-se AGORA ✅
 https://www.youtube.com/channel/UCdjF1j_jYXGznBq955YWDoQ?sub_confirmation=1

Um grupo de biólogos liderada Prof Taifo Mahmud da Oregon State University descobriu que o peixe-zebra (Danio rerio) são capazes de sintetizar uma substância química chamada gadusol que protege contra a radiação ultravioleta (UV).

"O fato de que o composto é produzido pelo peixe, bem como por outros animais, incluindo aves, torna-o uma perspectiva segura para ingerir sob a forma de comprimido", disse o prof Mahmoud.


PRODUZINDO O PROTETOR SOLAR


Gadusol foi originalmente identificado no bacalhau e desde então foi descoberto nos olhos do camarão-mantis, ovos de ouriço do mar, esponjas, e nos ovos e recém-eclodidos de larvas de camarão de água salgada.

Foi previamente pensado que os peixes só podem adquirir o produto químico por meio de sua dieta ou através de uma relação simbiótica com bactérias.



Os organismos marinhos no oceano superiores e em recifes estão sujeitos à luz solar intensa e muitas vezes implacável.



OS BENEFÍCIOS DO GADUSOL CONTRA OS RAIOS ULTRAVIOLETA PARA OS PEIXES


Gadusol e compostos relacionados, são de grande interesse científico quanto à sua capacidade para proteger contra danos no ADN dos raios UV. Há evidências de que os anfíbios, répteis, pássaros também podem produzir gadusol, enquanto o mecanismo genético que falta em seres humanos e outros mamíferos.

Professor Mahmud e seus colegas estavam investigando compostos similares ao gadusol que são usados ​​para tratar diabetes e infecções fúngicas. Acredita-se que a enzima biossintética comum a todos eles, VEA, estava presente apenas nas bactérias.


Figura 2. Dois pequenos peixe-zebra (Danio rerio). Fonte da imagem: worldlifeexpectancy.


Eles ficaram surpresos ao descobrir que os peixes e outros vertebrados contêm genes semelhantes ao código de VEA.

Curioso sobre as suas funções em animais, que expressa o gene do peixe-zebra, em Escherichia coli e análise sugerem que os peixes VEA combinam com outra proteína, cuja produção pode ser induzida pela luz, para produzir gadusol.



EXPERIMENTOS COM O PEQUENO PEIXE-ZEBRA


Para verificar que esta combinação é realmente suficiente, os cientistas transferiram os genes para levedura e pô-los a trabalhar para ver o que iria criar.

Isto confirmou a produção de gadusol. Sua produção bem sucedida em levedura fornece uma rota viável para a comercialização.


Bem como proporcionar proteção contra o UV, o gadusol pode também desempenhar um papel na resposta ao stress, no desenvolvimento embrionário, e como um antioxidante.

"No futuro, pode ser possível usar as leveduras para produzirem grandes quantidades deste composto natural para pílulas anti-solares e loções, bem como para outros cosméticos vendidos em seu supermercado ou farmácia local," disse o prof Mahmud, que é o autor sênior o artigo publicado na revista eLife.


Referências
AMABIS, José Mariano; MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia dos Organismos, classificação, estruturas e função nos seres vivos. 1ª edição. Editora Moderna, 1998.
LOPES, Sônia; ROSSO, Sérgio. Biologia. Volume único. Editora Saraiva, 2006.
Sites: Sri-News.com

2 comentários:

  1. Parece que vitamina E e A protegem a pele dos raios solares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda certeza Marilda.

      Agradecemos pelo comentário,

      Abraços, Equipe BioOrbis.

      Excluir

Imagens de tema por jpique. Tecnologia do Blogger.