Os leões-da-caverna

Um dos animais pré-históricos mais raros e incríveis

 http://www.bioorbis.org/2015/11/exemplares-raros-de-leao-das-cavernas.html
O leão-das-cavernas. Fonte da imagem: br.pinterest.com

VAMOS DESCOBRIR...

OS LEÕES-DA-CAVERNA


O leão-da-caverna é às vezes considerado uma espécie em si, sob o nome de Panthera spelaea, e pelo menos uma autoridade, baseando em uma comparação de formas do crânio, considera-se que o leão-da-caverna está mais relacionado ao tigre, o que resultaria no nome formal Panthera tigris spelaea.

Panthera-spelaea
Fonte da imagem: dinoanimals.com

No entanto, pesquisas genéticas recentes mostram que entre os felinos existentes, ele estava mais relacionado aos leões modernos, e que formou uma única população com o leões-da-caverna de Beringi, que tem sido considerado às vezes uma forma distinta.



Portanto, o leão-da-caverna variou da Europa ao Alasca sobre a ponte terrestre de Bering até o final do Pleistoceno. No entanto, ainda não está claro se deve ser considerado uma subespécie do leão ou melhor, uma espécie intimamente relacionada.

O leão-da-caverna (Panthera leo spelea) evoluiu a partir do Panthera leo fossilis, que apareceu pela primeira vez na Europa há cerca de 700.000 anos. Evidências genéticas indicam que esta linhagem foi isolada dos leões existentes após a sua dispersão para a Europa. P. l. spelaea viveu de 370.000 a 10.000 anos atrás, durante a época do Pleistoceno. Aparentemente, ele foi extinto cerca de 12.500 C-14 anos atrás, quando a glaciação de Würm recuou.



Dados de sequências de DNA mitocondrial de restos fósseis mostram que o leão americano (P. l. atrox) representa uma linhagem irmã para P. l. spelaea, e provavelmente surgiu quando um início P. l. atrox população de spelaea tornou-se isolada ao sul do manto continental norte-americano.

A DESCOBERTA DE EXEMPLARES RAROS NA RÚSSIA



Dois exemplares de leão-das-cavernas foram encontrados por cientistas, em quase perfeito estado, na Sibéria, região da Rússia. Os animais pertenciam à espécie Panthera spelaea, um dos maiores felinos que já existiram, podendo medir cerca de 2,10 metros de comprimento.


Panthera-spelaea

O caso, divulgado recentemente pelo jornal The Siberian Times, ganhou repercussão entre a comunidade científica, principalmente, pela dificuldade de se achar fósseis destes animais. Segundo os cientistas, os exemplares tratam-se de dois filhotes, que estavam congelados na República da Iacútia.




Panthera-spelaea
Foto: divulgação/Academy of Sciences of Yakutia

Panthera-spelaea
Foto: divulgação/Academy of Sciences of Yakutia

Com o achado, os cientistas querem tentar entender porque a espécie foi extinta. Segundo informações do jornal, mais detalhes sobre os exemplares devem ser anunciados pela Academia de Ciência da Iacútia.

Referência 
Pensamento Verde.



Para finalizar veja um vídeo do canal dinofelis1, sobre Panthera leo spelaea (better version):



E VENHAM SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE+:

 https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/cI6dQB https://plus.google.com/collection/8ZnoQB

Nenhum comentário:

Postar um comentário