Características surpreendentes das serpentes

O termo vulgar de cobra é altamente difundido, mas o termo correto e científico é serpente. Veja algumas características incríveis sobre esses animais.

 https://bio-orbis.blogspot.com/2017/04/caracteristicas-surpreendentes-das.html
Serpente do gênero Corallus. Fonte da imagem: Serpente mania.

VAMOS DESCOBRIR...

CARACTERÍSTICAS DAS COBRAS


As maxilas das cobras são altamente cinéticas, com grande liberdade de movimento. 

Os ossos do crânio que, em outros répteis, são fixos à caixa craniana ou têm movimento restrito são articulados nas cobras em cadeias ligadas com extensa movimentação com relação à caixa craniana (Figura 2).

Crânio-serpente
Figura 2. Crânio de uma serpente. Fonte da imagem: Banco Internacional de objetos educacionais.

OSSOS CONECTADOS


Além disso, as séries de ossos ligados nos lados direito e esquerdo não são articulados diretamente; portanto, apresentam um deslocamento independente, uma característica que permite alternar o movimento recíproco dos lados esquerdo e direito dos ossos da maxila sobre a presa que está sendo engolida.
Essa movimentação independente e para fora das maxilas (não um movimento “desconjuntado” das maxilas) permite à maioria das cobras engolir presas grandes. Pouco a pouco, as maxilas dilatadas são movimentadas em passos alternados sobre a presa até que essa seja completamente engolida.

serpente-cobra-verde
Figura 3. Serpente. Fonte da imagem: Ciência hoje.

A CASCAVEL E SEU BOTE MORTAL


Durante o bote da cascavel (Figura 4), o movimento para frente desses ossos ligados eleva a maxila e posiciona o dente inoculador para injetar peçonha na presa. Os dentes inoculadores (Figura 4) das serpentes são dentes modificados com núcleos ocos deforma que a peçonha flua desde a sua base até a presa. 



cascavel-dentes-inoculadores-veneno
Figura 4. Dentes inoculador de veneno. Fonte da imagem: Mundo educação.

Os dentes inoculadores da maioria das cobras venenosas são mais compridos do que os outros dentes da boca e os dentes inoculadores das víboras são especialmente compridos.
A extensa rotação da maxila que contém o dente inoculador em tais cobras permite que esse dente longo possa ser dobrado para cima ao longo do lábio superior quando não está sendo utilizado, liberando a passagem.

Sucuri
Figura 5. Sucuri engolindo uma presa. Fonte da imagem: No Amazonas é assim.

AS GIGANTES CONSTRITORAS


A ideia de que as cobras “desarticulam” suas maxilas quando engolem é errada. Pelo contrário, a grande liberdade de rotação entre os elementos das cadeias cinemáticas, o movimento independente de cada um e a capacidade de alargar as flexíveis maxilas para fora acomodando presas volumosas contam para a flexibilidade das maxilas das cobras.
Esses processos, e não uma desarticulação permitem que as cobras engulam (embora lentamente, como as sucuris e pítons, veja na Figura 5) presas relativamente grandes inteiras.



Referência 
Kardong. Vertebrados, Anatomia Comparada, Função e Evolução. 2011.


Para finalizar veja um vídeo do canal Almanaque x, sobre TOP 07 MORDIDAS DE SERPENTES MAIS MORTAIS DO MUNDO l Almanaque x:


E VENHA SEGUIR NOSSAS INCRÍVEIS COLEÇÕES NO GOOGLE+, ONDE TODAS NOSSAS POSTAGENS ESTÃO EM CATEGORIAS (CLIQUE NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR OS LINKS): 

 https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/UNFrQB https://plus.google.com/collection/YLgT0

2 comentários:

  1. Eu tenho pavor de serpentes. Essas infor
    macoes sao importantes para o nosso conhecimento. Parabéns a equipe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela,

      Realmente elas causam muito pavor em muita gente. Mas suas características são fascinantes.

      Agradecemos pelo comentário, um grande abraço.

      Equipe BioOrbis.

      Excluir

Imagens de tema por sndrk. Tecnologia do Blogger.