Conheça quais as plantas que podem purificar o ar da sua casa

Conheça plantas que podem se tornar suas aliadas para aumentar a qualidade do ar em ambiente fechados, como seu quarto ou escritório.

 https://bio-orbis.blogspot.com/2017/09/as-plantas-que-purificam-o-ar.html

VAMOS DESCOBRIR...

AS PLANTAS, AMIGAS FORA E DENTRO DE CASA


Quem vive em grandes cidades sofre com a má qualidade do ar no dia a dia. Nesses locais não é raro encontrar caos de pessoas com problemas respiratórios, como asma ou bronquite.

Para melhorar a situação, a Agência Espacial Norte-Americana, a NASA, fez um estudo detalhado sobre diversas plantas que purificam o ar da casa. A pesquisa, iniciada em 1989, considerou as principais características das plantas, a facilidade de encontra-las e também como reagem em contato com os poluentes presentes no ar, como xileno, benzeno, tricloroetileno, amoníaco e formaldeído.



Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a “síndrome do edifício doente” é um conjunto de doenças causadas ou estimuladas pela poluição do ar em espaços fechados.

De acordo com o biólogo botânico Marcus Medeiros, da Universidade Ferlagos, no Rio de Janeiro, esses vegetais têm a capacidade de absorver toxinas e revertê-las em oxigênio. “São plantas que se adaptam bem a ambientes fechados, com pouca ventilação e onde a luz solar não é tão forte. São muito bem-vindas para melhorar a qualidade do ar respiração e, claro, fazem bem aos olhos no sentido decorativo”, diz Marcus.

Agora vamos as espécies para você conhecer e depois de terminar de ler todo o artigo já poderá ir compra-las.

Areca-bambu ou palmeira de jardim (Chrysalidocarpus lutescens)


Areca-bambu-Chrysalidocarpus-lutescens
Areca-bambu (Chrysalidocarpus lutescens). Fonte da imagem: Hibitissimo.

A areca-bambu, ou palmeira de jardim (Chrysalidocarpus lutescens), é uma palmeira, nome comum da família Arecaceae. Originária de Madagascar, anteriormente conhecida como Areca lutescens, produz tufos de caules avermelhados que suportam folhas arqueadas em pecíolos laranja-amarelados de 60 cm de comprimento. Suas folhas medem cerca de 1,50 m de altura podendo medir cerca de 90 a 120 cm de comprimento.

Jiboia (Epipremnum aureum)


Jiboia-Epipremnum-aureum
Jiboia (Epipremnum aureum). Fonte da imagem: NCStateExtension.

Conhecida pelos nomes comuns de jiboia ou hera-do-diabo, é uma planta da família das Araceae, originária das Ilhas Salomão. A espécie é uma trepadeira sarmentosa, de até 10 metros de comprimento, com flores insignificantes e propagação por estaquia de ramos. É uma espécie de planta folhosa.



Muito resistente, não requer grandes cuidados, no qual é bastante utilizada em escritórios, lojas e outros locais públicos. Sendo só necessário regá-la quando a terra está seca. Adapta-se facilmente a temperaturas entre 17 °C e 30 °C. Como purificadora é eficaz na absorção de substâncias como formaldeído, xileno e benzeno.

Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii)


Lírio-da-paz-Spathiphyllum-wallisii
Lírio-da-paz (Spathiphyllum wallisii). Fonte da imagem: Crocus.

É uma planta da família Araceae, muito conhecida pelo uso de suas flores para decoração. Seu nome científico é baseado no nome de Gustav Wallis, colecionador de plantas alemão. Foi descoberta no século XIX na América Central.



O lírio-da-paz é uma das melhores plantas purificadoras. Ele remove todos os compostos orgânicos voláteis do ar e o purifica até mesmo se alguém tiver fumando no recinto.

Gérbera (Gerbera jamesonii)


Gérbera-Gerbera-jamesonii
Gérbera (Gerbera jamesonii). Fonte da imagem: MotherNatureNetwork.

Para dar aquela oxigenada, a gérbera é uma ótima opção. O oxigênio liberado por ela melhora a qualidade do ar e ajuda a combater a insônia. É recomendado manter um vasinho sempre perto da cama.



Cultivada em grupos como planta de bordadura ou em conjuntos isolados, a pleno sol, em canteiros estercados e bem preparados. Presta-se com excelência para a modalidade de flor de corte, utilizada também em arranjos e buquês.



Clorofito (Chlorophytum comosum)


Clorofito-Chlorophytum-comosum
Clorofito (Chlorophytum comosum). Fonte da imagem: GardenLoversClub.

A clorofito, além de remover o formaldeído e o xileno do ar, é bastante usada para decoração.

O clorofito é uma planta herbácea de pequeno porte, muito semelhante a uma grama. Suas folhas, dispostas em roseta, são longas, com cerca 30 cm de comprimento, recurvadas, macias, brilhantes e verdes na espécie típica.

No entanto, as cultivares mais conhecidas e populares são as variegadas, que apresentam folhas com listras longitudinais brancas ou amareladas nas margens ou no centro. As flores brancas e pequenas surgem em inflorescências longas no verão, mas tem pouca importância ornamental. Após a floração e frutificação, formam-se pequenas mudas de clorofito ao longo das inflorescências.

Espada-de-são-jorge (Sansevieria laurentii)


Espada-de-são-jorge-Sansevieria-laurentii
Espada-de-são-jorge (Sansevieria laurentii). Fonte da imagem: Nuserylive.

É uma planta de enorme resistência, podendo sobreviver bem a falta d’água, sol direto e épocas de frio, portanto não será difícil fazer com que ela cresça saudável sempre. Basta que cultive-a em lugar de boa luminosidade, independentemente de ser luz direta ou indireta, solo adubado com um pouco de fertilizante orgânico e regas esporádicas para que o solo não fique seco por completo, geralmente em dias alternados é suficiente.


A espada-de-são-jorge é outra planta que libera oxigênio à noite, além de absorver dióxido de carbono. Ela é bastante prática, pois não precisa de muita luz ou água para crescer e foi eleita pela NASA a planta mais versátil para se criar no espaço.

Hera-inglesa (Hedera helix)


Hera-inglesa-Hedera-helix
Hera-inglesa (Hedera helix). Fonte da imagem: Pinterest.

A hera (Hedera helix) é uma planta trepadeira do gênero Hedera, família Araliaceae. É natural da Europa Central e Ocidental.

Se o ar está seco e difícil de respirar, é possível umidificar o ambiente de forma natural, sem uso de aparelhos. Basta colocar no ambiente um vaso com a planta hera-inglesa. Além de deixar o ambiente mais bonito, ela é uma poderosa purificadora e elimina quase todos os compostos tóxicos, menos amônia.



Palmeira-bambu (Chamaedorea seifrizii)


Palmeira-bambu-Chamaedorea-seifrizii
Palmeira-bambu (Chamaedorea seifrizii). Fonte da imagem: KarmaCatZenDog.

A palmeira-bambu fica muito bem na decoração e é ideal para ser colocada ao lado de armários, pois absorve compostos químicos liberados por alguns tecidos, como o xileno e o formaldeído.

Crisântemo (Chrysanthemum morifolium)


Crisântemo-Chrysanthemum-morifolium
Crisântemo (Chrysanthemum morifolium). Fonte da imagem: AustralianSeed.

Além de ser uma planta muito bonita, com belas flores, o crisântemo é, junto com o lírio-da-paz, a planta que mais remove toxinas do ar. Elegante e muito útil para a casa.



Pau-d’água (Dracaena massangeana)


Pau-d’água-Dracaena-massangeana
Pau-d’água (Dracaena massangeana). Fonte da imagem: PlantsRentals.

Essa pela plantinha filtradora de ar, tem um crescimento lento e é ideal para salas e escritórios. Deve-se evitar expor a luz do sol e regar bastante para que o solo esteja constantemente úmido.

Dracena-janet-craig (Dracaena deremensis)


Dracena-janet-craig-Dracaena-deremensis
Dracena-janet-craig (Dracaena deremensis). Fonte da imagem: OnlinePlantGuide.

Essa planta, também é muito útil para limpar toxinas que causam irritação. Contudo, essa é a mais fácil de cultivar: seu crescimento é lento e melhor se a planta ficar em um ambiente com pouca luz.



Dracena-de-Madagascar (Dracena marginata)


Dracena-de-Madagascar-Dracena-marginata
Dracena-de-Madagascar (Dracena marginata). Fonte da imagem: Bentleys.

A dracena-de-Madagascar filtra xileno, tricloroetileno, benzeno e formaldeídos. Também é uma boa opção para decoração, com uma folhagem brilhante. Ela precisa de bastante cuidado para crescer. Quem tem cachorro deve evita-la, já que é muito tóxica para eles.



Fícus (Ficus benjamina)


Fícus-Ficus-benjamina
Fícus (Ficus benjamina). Fonte da imagem: CGTrader.

O fícus purifica e limpa toxinas do ar. Ele pode crescer até 30 metros de altura, mas se recomenda deixa-lo dentro de casa. Deve-se lembrar de regar sempre para manter a terra bem úmida e deixá-lo um período do dia tomando sol.

Café-de-salão (Aglaonema modestum)


Café-de-salão-Aglaonema-modestum
Café-de-salão (Aglaonema modestum). Fonte da imagem: Pinterest.

Uma ótima opção para filtra o ar é o café-de-salão. Ela pode crescer em ambientes com pouca luz, mas não se dá bem em locais secos ou com ar-condicionado.



Referências
AméliaPalmela; Crocus; Cultivando; Jardineiro.net; SLFlores.

Para finalizar veja um vídeo do canal Comprando meu Apê, sobre 10 PLANTAS PARA DENTRO DE CASA + Minhas Comprinhas:


E NÃO DEIXEM DE SEGUIR NOSSAS COLEÇÕES NO GOOGLE+, ONDE CADA UMA DE NOSSAS POSTAGENS ESTÃO SEPARADAS EM CATEGORIAS (CLIQUEM NAS IMAGENS ABAIXO PARA ACESSAR OS LINKS E SEGUIR):

https://plus.google.com/collection/Ut3sQB https://plus.google.com/collection/Q5LvSB https://plus.google.com/collection/YLgT0

5 comentários:

  1. Muito bom saber q essas plantas sao otimas para ficar dentro de um apartamento. Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela,

      Nós que agradecemos pelo comentário e por ter gostado.

      Um grande abraço,

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
  2. Tenho algumas, mas prefiro que fiquem fora de casa! Somente o Lírio-da-paz procuro ter sempre e tenho alguns que sempre ficam dentro de casa!Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Uilmara,

      Nós que agradecemos pelo comentário e por ter gostado.

      Um grande abraço,

      Equipe BioOrbis.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.