Como é produzido o canto ‘cri cri’ dos grilos e por que eles emitem esse som?

É claro que você já ouvi o som ‘cri cri’ de um grilo a noite e até dormiu bem com isso, mas como eles produzem esse som e o por que o emitem?

 https://www.bioorbis.org/2020/04/como-funciona-o-canto-grilos-cri-cri.html
Um grilo na floresta. Foto: Cleverson Felix.

VAMOS DESCOBRIR...


https://www.youtube.com/channel/UCdjF1j_jYXGznBq955YWDoQ?sub_confirmation=1

QUEM SÃO OS GRILOS?


A família Gryllidae é uma das mais vastas e complexas entre os ortópteros, com mais de 2.200 espécies conhecidas. Todos os grilos possuem cabeça grande, esférica, olhos compostos de diversos tamanhos e, de forma geral, dois ocelos, antenas longas e finas; pronoto robusto, patas posteriores grandes e dois longos cercos em ambos os sexos, além de um ovipositor bem evidente nas fêmeas.

Se a temperatura e umidade foram altas, e o alimento abundante, os grilos se reproduzem em qualquer estação do ano. As fêmeas de algumas espécies de grilos podem ser muito prolíficas, chegando a pôr de mil a mil e quinhentos ovos. São insetos heterometábolos, ou seja, são similares aos exemplares jovens, mas têm asas e o aparelho genital plenamente formado. São ortópteros, geralmente onívoros, sua alimentação baseia-se em substâncias vegetais e animais, porém existem espécies com regime exclusivamente vegetariano ou carnívoro. Algumas espécies, quando em grande número de indivíduos, podem provocar danos aos cultivos.

Os grilos vivem em qualquer ambiente, porém preferem lugares cálidos e úmidos. As espécies do gênero Myrmecophilus passam a vida toda dentro dos formigueiros, recebendo a proteção de seu habitantes e adquirindo seu odor para evitar serem atacados. O grilo doméstico, ou grilo do lar, é objeto de lendas em toda a Europa e promoveram histórias e crenças que inspiraram muitos escritores, desde Dickens até Collodi, que atribuiu a um grilo doméstico a tarefa de aconselhar Pinóquio. Está espécie, de fato, é associada à boa fortuna e sabedoria.

Leia também:




Como os grilos produzem o canto ‘cri cri’ e qual sua finalidade?


Todo mundo conhece o canto dos grilos, e esse som tem um nome, é chamado de “estridulação”, produzido só pelos machos para atrair as fêmeas na época do acasalamento. Este canto é produzido através do órgão “estridulante”: sobre cada asa superior (tégmina) existe um “arco”, uma parte de nervura da asa com uma série de dentes e um “espelho”, espaço arredondado no centro da asa.

O canto acontece quando o grilo situa suas asas ligeiramente sobre o corpo e com a cresta dentada da asa direita arranha a borda traseira da asa esquerda. Seu órgão auditivo encontra-se na superfície exterior das patas dianteiras. Durante o período do acasalamento, os machos se mostram irritáveis e envolvem-se em ferrenhas lutas entre si, a tal ponto de combaterem até à morte.

Então da próxima vez que ouvir um pequeno grilo cantando em seu quintal lembre-se de falar com seus amigos e amigas, que esse canto se chama “estridulação”.

Leia também:



E os gafanhotos, também produzem sons ao cantar?


A resposta é sim, muitos espécies de gafanhotos, que também pertencem a ordem Orthoptera, produzem sons ao cantar. Inclusive temos uma postagem somente sobre um gafanhoto que tem a maior canção de amor do reino animal, confiram neste link abaixo:

Referência
EDITORE, Alberto Peruzzo. Autênticos insetos de coleção. Insetos, aracnídeos e outros artrópodes. A natureza de 1000 formas e cores, 2008.

Nenhum comentário:

Imagens de tema por Veronica Olson. Tecnologia do Blogger.