O que você deve fazer se encontrar um escorpião em sua casa?

Para começar, não entre em pânico. Se você estiver em casa e aparecer um escorpião o que fazer? Se ele for grande e te der medo? Bom, vem com a gente que mostraremos o básico de como fazer em casos assim.

 https://www.bioorbis.org/2019/07/o-que-fazer-encontrar-escorpiao-casa.html
O escorpião amarelo (Tityus serrulatus). Imagem de Welcome to all and thank you for your visit ! por Pixabay

VAMOS DESCOBRIR...

Muitas pessoas podem se sentir perturbadas e com medo desse assunto, mas, embora alguns escorpiões possam atacar os seres humanos, este não é seu objetivo. Mesmo sendo venenosos eles são nossos grandes aliados no combata da eliminação de pragas de insetos muito mais perigosos, pois são predadores ativos e qualquer bichinho que passar na frente deles vão pegar e comer.

Não deixe de ver também uma postagem parecida com essa, mas sobre as aranhas:



QUEM SÃO OS ESCORPIÕES?


Os escorpiões são artrópodes quelicerados. De origem aquática, por muitas décadas, foram considerados os organismos pioneiros na conquista do ambiente terrestre durando o período Siluriano. Estudos paleontológicos demonstraram, entretanto, que as formas terrestres de escorpiões apareceram mais tarde, no Carbonífero.

Um leigo, provavelmente, consideraria os aracnídeos (aranhas, escorpiões, ácaros, carrapatos e entre outros) como insetos, mas pertencem a classe Arachnida, os insetos são da classe Insectea, diferenciados também pelos quatro pares de patas, enquanto os insetos possuem três pares de patas.



Um escorpião é facilmente reconhecido por sua aparência característica. O corpo é dividido em duas partes: o cefalotórax ou prossoma e o abdome, dividido em 12 metâmeros. Os 7 primeiros metâmeros do abdome formam o mesossoma, constituído por placas dorsais (tergitos) e placas ventrais (esternitos) e os 5 restantes formam o metassoma ou cauda. Após o último segmento da cauda bem o télson, onde se alojam duas glândulas de veneno.

O veneno dos escorpiões


Os termos que mostraremos aqui são técnicos e de linguagem científica, mas são para mostrar como o veneno desses animais são potentes.

O veneno dos escorpiões é uma mistura complexa de proteínas básicas de baixo peso molecular, associada a pequenas quantidades de aminoácidos e sais, sem atividade hemolítica, proteolítica, colinesterásica, fosfolipásica e não consome fibrinogênio.



Como as toxinas dos escorpiões agem estimulando a liberação de neurotransmissores do sistema nervoso autônomo, observa-se alterações sobrepostas tanto da divisão simpática como parassimpática. A intensidade dos sinais e sintomas do escorpionismo depende da dose de veneno.



Escorpiões no Brasil


Apesar de numerosos, os estudos sobre escorpiões do Brasil publicados nos últimos 15 anos são parciais e não existe nenhuma síntese atualizada. Possivelmente se encontram no Brasil 4 famílias, 15 gêneros e 86 espécies.



Figura 2. Tityus costatus. Fonte da imagem: Arachnoboards

No Brasil, os escorpiões comprovadamente perigosos pertencem ao gênero Tityus. Embora ocorrem quase 30 espécies desse gênero no país, as responsáveis ou suspeitas de provocar casos de envenenamento a humanos restringem-se às espécies Tityus costatus (Figura 2) e Tityus silvestris (Figura 6).



O QUE SE DEVE FAZER QUANDO ENCONTRAR UM ESCORPIÃO NA SUA CASA?


Os escorpiões não entram na sua casa porque querem. Eles vão entrar a procura de suas presas. Pequenos insetos, e a comida preferida deles, baratas. Caso você encontre um escorpião não tem necessidade de chamar as autoridades, lembre-se que o pânico você pode fazer cosias erradas.

Figura 3. Pequeno pote de plástico para capturar um escorpião. Foto: Cleverson Felix.

Figura 4. Não é um escorpião na foto, foi só para demonstração da captura. Foto: Cleverson Felix.

Mantendo a calma veja se encontre algum pote de plástico pequeno, como mostrado na Figura 3, aqueles que vem doces, uvas-passa, ou qualquer pote que tenha tampa e tiver a vista. Tendo esse pote em mãos, pegue agora uma folha de papel, pode ser de caderno, de uma revista Veja ou qualquer outro papel, veja na Figura 4.

Figura 5. Pote fechado com o papel, quando você virar o papel o escorpião vai cair, claro que na foto não é um escorpião mas foi só para demonstração. Foto: Cleverson Felix.

Tendo ele mãos e o escorpião bem a vista, tente colocar o papel por debaixo dele (Figura 4), conseguindo, pegue o pote e coloque por cima do escorpião. Ai você vai levantar junto com o papel o pote e jogá-lo para dentro, caindo no fundo é só colocar a tampa, veja na Figura 5.



Claro que se você tiver medo e não quer fazer isso, peça a alguém que consiga fazer. Mas se você estiver sozinho e não tem a coragem para fazer isso, e também tiver animais de estimação em casa ou mesmo crianças pequenas, em ÚLTIMO CASO aconselhamos a matar o aracnídeo. Pois como dito antes, eles são animas predadores e comem muitos insetos praga, de uma maneira ou outra eles mais nos ajudam do que nos atrapalham.

Mas com crianças em casa, animais pequenos de estimação e até mesmo pessoas idosas, se alguma deles for picado o risco de morte é bem alto. Seu veneno é potente e mais eficaz nesse grupo de pessoas e animais. Então fica a dica, só mesmo em casos extremos pode mata-los.

E se eu for picado por um escorpião?


Primeiramente calma nessas horas. Acidentes com os escorpiões ocorrem quando ou uma criança está brincando em um quintal onde ele possa estar escondido em alguma toca, ou mesmo se um trabalhador estiver manuseando materiais de depósito ele pode estar lá escondido.


Figura 6. Tityus silvestris. Fonte da imagem: SciELO

O tratamento dos acidentes causados por escorpiões é, na maioria das vezes, voltado para o controle da dor. Inicialmente, compressas mornas na região ajudam a aliviar o quadro até a chegada ao hospital, onde será avaliada a necessidade ou não de aplicação de soro. Não é recomendável colocar gelo no local.



O uso de pomadas no local não é recomendado, pois pode alterar a cor da pele, além de não impedir a penetração do veneno. Assim como nos acidentes ofídicos, deve-se lembrar que torniquete, incisão e sucção no local da picada são prejudiciais.

Desde que socorrida rapidamente, a maioria das vítimas, recupera-se com o tratamento. A gravidade do envenenamento depende não só da dose como a espécie de escorpião, sendo que o veneno do escorpião amarelo (Tityus serrulatus, Figura do início do post) é o mais potente na América do Sul e no Brasil.



A mortalidade e o número de picadas no Brasil


De acordo com dados do Ministério da Saúde, em 2015, foram registrados 74.598 mil casos de picadas e 119 mortes por escorpião. Além do aumento de casos de picadas e óbitos por escorpião, mais pessoas tem notificado os acidentes por esses animais.

Como identificar o escorpião que entrou em minha casa?


Se você não foi picado pelo escorpião, ou deu azar de ser picado (esperamos que não), e também se conseguiu capturar ou até mesmo matado ele, é bom você saber onde levar para a identificação da espécie.



Temos grandes instituições boas para tal caso, tais como a Fundação EzequielDias, Instituto Butantan, Fundação Oswaldo Cruz, InstitutoVital Brazil e entre outros que você pode recorrer para procurar um especialista em aracnídeos. Não tendo algumas dessas instituições por perto, universidades e faculdades também pode ser um bom local para a identificação das espécies de escorpiões.

20 DICAS para você não deixar que os ESCORPIÕES entrem em sua casa


Agora não deixe de ver um vídeo do nosso canal BioOrbis, de 20 dicas para você não deixar esses pequenos animais entrarem na sua casa, melhor prevenir do que remediar não é mesmo? Confiram:

 https://www.youtube.com/channel/UCdjF1j_jYXGznBq955YWDoQ?sub_confirmation=1

Referências
CARDOSO, João Luiz Costa; FRANÇA, Francisco Oscar de Siqueira; JÚNIOR, Vidal Haddad; MALAQUE, Ceila Maria Sant' Ana; WEN, Fan Hui. Animais Peçonhentos no Brasil, Biologia, Clínica e Terapêutica dos acidentes. Editora: Sarvier. 2009.
Sites: Instituto Butantan (http://www.butantan.gov.br)

Nenhum comentário:

Imagens de tema por sndrk. Tecnologia do Blogger.