Os verdadeiros dragões do mundo real

Dragões, um nome que aterroriza o mundo antigo e é relatado em várias culturas diferentes. Mas esses aqui não são mitos, são bem reais.

 https://bio-orbis.blogspot.com/2014/06/os-verdadeiros-dragoes-do-mundo-real.html

VAMOS DESCOBRIR...

Na mitologia, dragões são criaturas dos mais diversos povos e civilizações geralmente representados como animais de grande porte e aspecto reptiliano. Apesar de terem começado na mitologia, os dragões também estão no “mundo real”. Nos dias de hoje, a natureza está cheia de animais que levam o nome de dragão por conta, geralmente, da sua aparência.


DRAGÃO-DE-kOMODO

Os dragões-de-komodo (Varanus komodoensis), conhecidos também como crocodilos-da-terra, pertencem a uma espécie de lagarto que vive nas ilhas de Komodo, Rinca, Gili Motang e Flores, na Indonésia. É a maior espécie de lagarto conhecida, chegando a atingir de 2 a 3 metros de comprimento e pesar 70 quilos.

Fonte da imagem: pixabay.

Estes animais costumam comer principalmente animais em putrefação. Porém, eles também caçam e fazem emboscadas a presas incluindo invertebrados, aves e mamíferos.

DRAGÃO-MARINHO-FOLHADO

Fonte da imagem: pixabay.

O dragão-marinho-folhado (Phycodurus eques) é membro da família Syngnathidae, que inclui também os cavalos-marinhos, e ficou conhecido principalmente pela sua aparência. Endêmico da Austrália, os dragões-marinhos-folheados, como também são chamados, recebem este nome por conta das “folhas” que eles tem como saliências no corpo.

DRAGÃO-ESPINHOSO

O dragão-espinhoso (Moloch horridus), conhecido também como lagarto-espinhoso, é um lagarto australiano e a única espécie do gênero Moloch. O nome deste lagarto reflete sua aparência: as duas grandes escamas com chifres na sua cabeça completam a ilusão de um dragão.

Fonte da imagem: pixabay.

A maioria dos dragões-espinhosos são coloridos, e a cor muda do amarelo ao marrom avermelhado, dependendo do tipo de solo que ele está atravessando. Estes animais são inteiramente cobertos com espinhos cônicos que na sua maioria não são calcificados. O dragão-espinhoso pode crescer até 20 centímetros de comprimento.


Os lagartos do gênero Draco, vulgarmente chamados de dragões-voadores, pertencem a família Agamidae e se distinguem pelas suas membranas em forma de “asa”, que lhes permitem planar de árvore em árvore.

Fonte da imagem: TopBiologia

Estes animais são arborícolas insectívoros e, embora não sejam capazes de realizarem voos propriamente ditos, conseguem planar longas distâncias ao saltarem de árvores.

Fonte: TopBiologia

E VENHA NOS SEGUIR NAS NOSSAS COLEÇÕES DO GOOGLE+, PARA NÃO PERDER UMA POSTAGEM NOSSA, É SÓ CLICAR NAS IMAGENS ABAIXO:

 https://plus.google.com/collection/UNFrQB https://plus.google.com/collection/ARSoQB

 https://plus.google.com/collection/YU0mQB https://plus.google.com/collection/YLgT0

Comentários

Postar um comentário