Por que não vemos os filhotes de pombos?

Há algo misterioso sobre os pombos. Sempre só os vemos já maduros e em idade avançada. No entanto, nunca vemos seus pequenos filhotes. Por que?

https://www.bioorbis.org/2015/10/por-que-nao-vemos-os-filhotes-de-pombos.html
Pombos-domésticos (Columba livia). Pixabay/Domínio Público.

VAMOS DESCOBRIR...


✅ Canal no Youtube | Inscreva-se AGORA ✅

 https://www.youtube.com/channel/UCdjF1j_jYXGznBq955YWDoQ

QUEM SÃO OS POMBOS?


A pomba comum ou pomba doméstica (Columba livia – Gmelin, 1789) é originária da Ásia Ocidental, sendo encontrada, também, na Europa Ocidental, tendo sido trazida para o Brasil no início do Século XIX por Dom João VI, provavelmente, com o intuito de enfeitar as ruas das cidades. São descendentes dos pombos-das-rochas, mas continuam a ser essencialmente o mesmo pássaro.



Seus gostos podem ser um pouco mais cosmopolitas, mas quando se trata de reprodução, eles continuam tendo os mesmos hábitos que os pombos selvagens, que são muito reservados quando se trata de situar seus ninhos.


A reprodução dos pombos


A pomba comum, em seu habitat natural, nidifica nas fendas das rochas, mas na ausência de montanhas e rochedos em nossas cidades, os pombos geralmente procuram por torres de igrejas, prédios abandonados e pontes para construir seus ninhos, de modo que é muito difícil encontrar ao acaso um deles e ver seus filhotes.

Figura 2. Pomba doméstica adulta. Foto: Hélio dos Santos Pessoa Júnior.

Essas aves tendem a ser muito discretas quando se reproduzem e, geralmente, mantém seus ninhos longe do contato humano direto, por segurança.


Sendo assim, elas iniciam sua postura após um breve período de acasalamento, pondo dois ovos por postura. O período de incubação ou choca, é de 18 dias, findos os quais, nascem os filhotes (veja na Figura 3), sendo que estes nascem completamente sem plumagem, com pele amarelo pálida e com os olhos fechados até aos cinco dias. Os pais se revezam no tratamento dos filhotes, regurgitando o alimento no bico dos mesmos, até a idade de 35 dias, aproximadamente.

E seus filhotes, por que não os vemos?


Já passado uns 25 ou 30 dias, dependendo de cada indivíduo, os filhotes já ensaiam o primeiro voo, acompanhando os pais em distancias pequenas, como 60 metros, aproximadamente.



Figura 3. Filhote de pomba doméstica aos 25 dias, quase em condições de voo. Foto: Hélio dos Santos Pessoa Júnior.

O fato de os filhotes pequenos nunca serem vistos, deve-se ao cuidado parental, uma vez que os filhotes permanecem nos ninhos até a idade de 25 a 30 dias. A diferença mais notável entre um pombo jovem e um velho é a sua coloração: uma ave jovem não tem as manchas verdes e roxas ao redor de seu pescoço, enquanto uma velha já tem.


Nos grandes centros urbanos, é comum ver pombos nos prédios tratando de filhotes já em condições de voar, percebendo os mesmos acompanhando os pais em voos de curta distância.

Postagem de Hélio dos Santos Pessoa Júnior
11 de dezembro de 2019

Referências 
SICK, H. 1985. Ornitologia brasileira: uma introdução. Brasília. Universidade de Brasília.
Sites: BBC, Galileu.

13 comentários:

  1. Pobres aves mal entendidas e perseguidas, tem pessoas que sentem prazer em matá-las. Gente cruel. Ótimo saber que seus ninhos não tem fácil acesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, esses animais são até caçados e chamados de "ratos voadores". Mas que deixou eles assim fomos nós seres humanos, eles estão assim com essa aparência suja por causa da nossa imundice das cidades.

      Agradecemos pelo comentário,

      Um grande abraço da Equipe BioOrbis.

      Excluir
    2. Concordo plenamente! Gostei muito do blog! Vou acompanhar! Abraços!

      Excluir
  2. Gostei de..."TUDO", aqui!!!Parabéns!!!
    ÓTIMO final de ano e um excelente e cheio de sucesso, 2017...2018...2019...2025...2050...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Safhira, que bom que gostou da postagem dos filhotinhos dos pombos n_n

      Um excelente Final de Ano pra você e toda sua família também,

      Boas Festas,

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
  3. Infelizmente, devido sua inserção nas cidades, esse animal virou uma praga urbana, que deve ser controlada pois pode causar inúmeras doenças, desde a simples infestação de piolho de pombo, até doenças mais sérias e mortais como a Criptococose, Salmonelose, Encefalites, E. coli e Toxoplasmose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo amigo,

      Mas quem realmente é o culpado por o pombo ser uma praga? Se nós tivéssemos um controle de nossas cidades, desde a limpeza até a infraestrutura, acho que essa pobre ave não seria um praga.

      Agradecemos pelo comentário, um grande abraço.

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
    2. Excelente artigo vi um post parecido em
      Desentupidora SP

      Excluir
    3. Olá Econolar,

      Agradecemos pelo comentário e por ter gostado de nosso artigo. Um grande abraço.

      Equipe BioOrbis.

      Excluir
  4. Show!!! Ótimo post, me tirou duvidas e curiosidades a respeito das perguntas que me fazem.


    Grato!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Desentupidora,

      Primeiramente agradecemos pelo comentário. E que bom que nosso post tirou suas dúvidas e ainda te deu curiosidades sobre esses animais incríveis.

      Um grande abraço, Equipe BioOrbis.

      Excluir
  5. Obrigado pelo conteúdo pessoal, muita gente tem essa dúvida mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como tem. já me perguntaram muito em grupos. Que bom que nossa postagem está ajudando você. Um forte abraço.

      Excluir

Imagens de tema por jpique. Tecnologia do Blogger.