Observação de aves: o que preciso para fazer um BIRDWATCHING?

Muitas pessoas amam ver as aves na natureza, pegar uma trilha e saber qual espécie de pássaro é aquela. Mas então, do que você precisa para praticar a observação de aves? Nós vamos te mostrar.

 https://www.bioorbis.org/2020/02/observacao-de-aves-o-que-preciso-para-fazer-birdwatching.html
Estes são alguns dos itens que você vai precisar para fazer seu birdwatching. Foto: Cleverson Felix.

VAMOS DESCOBRIR...

https://www.youtube.com/channel/UCdjF1j_jYXGznBq955YWDoQ?sub_confirmation=1

Os observadores de aves, ou os birdwatchers, são responsáveis por grande parte dos conhecimentos adquiridos sobre a avifauna de seus países, por acumularem fotografias, imagens em vídeo ou gravações dos cantos das aves. Essas atividades geralmente auxiliam as autoridades competentes, sejam eles biólogos ou autoridades do governo como analistas ambientais do IBAMA, no manejo de seus recursos naturais e promovem o ecoturismo local.



O que é o birdwatching ou observação de aves?


O birdwatching é um estilo de lazer antigo, que começou na Inglaterra por volta do século XVIII. É um passatempo famoso no mundo inteiro, com milhões de amantes das aves, principalmente nos Estados Unidos, onde 20% da população acima de 15 anos (46,7 milhões) são birdwatchers. No Brasil, em vez de apenas olhar com o binóculo, as pessoas gostam de fotografar as aves, e o hobby tem crescido graças à popularização das câmeras digitais, redes sociais, e sites como o WikiAves.

Qualquer um pode praticar o birdwatching, seja você um iniciante, seja simplesmente um amante das aves e da natureza. Mas para isso você vai precisar de alguns equipamentos necessários e saber onde e como esses animais vivem em seu habitat natural.

Qual melhor horário para observar as aves?


Você pode observar as aves a qualquer hora do dia, em todas as estações do ano, nas horas vagas, finais de tarde e até a noite, quando se pode observar aves noturnas como as corujas, por exemplo.

O melhor horário para a prática do birdwatching é pela manhã (entre 6 e 10h) e no final da tarde (entre 15 e 18h), pois, assim como nós, as aves procuram temperatura ambiente mais amena. Dias chuvosos ou nublados não interferem na atividade das aves, mas ventanias muito fortes e frequentes podem inibir a atividade da maioria das espécies.

QUAIS EQUIPAMENTOS EU PRECISO PARA FAZER O BIRDWATCHING?


Equipamento indispensável para a observação das aves são os binóculos, que requerem um certo cuidado na sua escolha, dado a ampla variedade de modelos que o mercado oferecer. Outro item é uma câmera, para você fotografar e poder guardar uma foto daquela ave, ou se não souber a espécie pode colocar na internet para identificação, como é no caso do site WikiAves. Mais um item seria um caderno de campo para fazer anotações e observações importantes. E também um guia de campo com as espécies de aves para você ir observando e lendo sobre ela (veja nesta outra postagem nossa sobre guias de campo neste link: https://www.bioorbis.org/2019/10/o-que-e-um-guia-de-campo.html

Então vamos explicar por cada equipamento que você vai precisar:

Binóculos para fazer birdwatching


Para um observador iniciante sugerimos a aquisição de um binóculo de uso universal 8X24 em virtude de suas características técnicas. Para visualizar aves a grandes distâncias prefira o uso de lunetas e telescópios terrestres (“spoting scopes”) montados em tripés estáveis.



Câmeras para fotografar aves no birdwatching


As câmeras hoje dia realmente estão bem avançadas, até em celulares tem câmeras muito boas. Mas são poucas que tem um zoom bom para você capturar a ave que está querendo fotografar. Nós aqui da BioOrbis usamos uma pequena, a Canon powershot SX400 IS (veja na imagem abaixo), que possui um zoom muito bom e que da pra tirar fotos boas a longas distâncias.

Câmera que usamos para tirar fotos de aves na natureza. Foto: Annanda Tonini.

Através das fotografias e postando suas fotos em sites como o WikiAves isso ajuda muito no conhecimento pessoal e para a comunidade científica. Pois imagine que você tire foto de uma ave que não conheça, e a poste em um portal na internet para identificação, e algum pesquisador ou um amador veja a foto e fala que é de uma espécie que já estava extinta a anos ou simplesmente nunca a tinha visto e é uma espécie nova. Ou seja, você contribuiu e muito somente com aquela foto tirada.

Caderno de campo para observação de aves


Um caderno de campo é fundamental para se você quiser é claro aprofundar bem em conhecer sobre as espécies de aves daquela região onde você está praticando o birdwatching.

Veja uma outra postagem nossa sobre as Listas de Mackinnon.

A completa anotação das observações realizadas em campo em um caderno de campo é o primeiro passo a se executar com disciplina e dedicação. O melhor é adotar a utilização de cadernos pequenos, os de bolso, com encadernação costurada, como neste caso, uma vez que esse sistema apresenta certas vantagens em campo, por se tratar de produto mais resistentes ao constante manuseio.

Sempre prefira utilizar para fazer suas anotações no caderno de campo lápis ou lapiseiras que utilizam minas de grafite do tipo “B” ou “2B” ao uso inconveniente de canetas esferográficas, cuja tina desvanece com o passar do tempo e também se caso deixe molhar a tinta vai sair, já no caso dos lápis não. Mas se você preferir as canetas, pode utilizar a dos modelos do tipo “caneta para arquivos”, pois estas são desenhadas especificamente para o arquivamento de documentos por décadas seguidas.
Neste seu caderno de campo anote o nome completo, seu endereço, e dados pessoais para envio pelo correio, em caso de extravio e perda, caso que acontece frequentemente em campo. E depois disso vem as anotações básicas:

1 – Local (localidade, município, estado) e Data (dia, mês, ano);
2 – Horário e condições do tempo (nublado, com sol, frio, calor, geada, vento forte, etc.);
3 – Biótipo (sub-bosque, dossel, estrato médio ou alto, brejo, capoeira, mata primária, etc.) e os biomas (mata Atlântica, cerrado, caatinga, etc.);
4 – Cor das partes nuas, quando possível, como por exemplo, a cor das pernas, dos olhos e do bico, entre outras;
5 – Detalhe minucioso do colorido e da plumagem;
6 – Desenhos: tente esboçar, por meio de desenhos simples, características anatômicas que chamam a atenção ou posturas típicas da ave observada;
7 – Registros: caso tenha obtido uma foto, uma gravação ou tenha feito filmagens, faça-as constarem no corpo da anotação, como um lembrete;
8 – Comportamento: anote detalhadamente aspectos do comportamento natural da espécie como por exemplo: acompanham bandos mistos? Seguem formigas de correição? Estava construindo um ninho? Como são os ovos? Tente um esboço ou uma foto! Vivem solitários ou aos casais? Como vocalizam? Foi possível obter gravações? Entre outros.



Guia de campo para observação de aves


Um guia de campo é fundamental para um iniciante. Você está vendo uma ave no binóculo mas não sabe qual espécie é, então recorra ao guia de campo. Muitos deles são bem completos com figuras e informações sobre as espécies de aves. O que utilizamos aqui na BioOrbis é o ‘Avifauna Brasileira’ da avisbrasilis do Tomas Sigrist (veja na imagem abaixo). Mas existem vários outros, até de bolso e menores.

Avifauna Brasileira da avisbrasilis do Tomas Sigrist. Foto: Cleverson Felix.

Até para quem já está acostumado com a observação de aves é bom levar o guia, pois muitas aves podem ser migratórias e você talvez nunca viu ela na região onde está acostumado a ir fazer o birdwatching.

Outros equipamentos úteis para birdwatching e campo


Outros itens simples mas de grande utilidade são:

- mochila;
- chapéu ou boné;
- botas de canos longos ou perneiras;
- protetor solar e repelente de insetos;
- cantil para água, principalmente em áreas secas, e purificadores químicos ou outros;
- canivete tipo suíço multifuncional;
- pequena lanterna de bolso/
- algum tipo de alimento com chocolate, cereais ou outro de fácil conservação;
- talco contra assaduras.

Evite contato com insetos, aranhas, cobras e outros animais peçonhentos e jamais coma frutos desconhecidos. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, algumas aves têm a capacidade de digerir substâncias altamente venenosas ou tóxicas para nós. Portanto, nem todos os tipos de furtos comidos por pássaros são inofensivos para o homem.



E LEMBRE-SE, em áreas de florestas contínuas, ou em áreas abertas ou amplas como cerrados e caatingas, jamais se afaste das trilhas ou estradas correndo o risco de se perder. Procure o auxílio de guias locais especializados. No caso de tomar bifurcações nessas trilhas ou estradas, indique a direção de origem riscando o solo com os pés, ou deixe algum item como marcação em árvores por onde passou. Esteja ciente das normas e condutas obrigatórias nos parques e reservas sobre proteção do Estado, procurando as autoridades competentes em caso de dúvidas.

CONSERVAÇÃO DAS AVES


Como dito antes, o birdwatching ajuda e muito na conservação das aves, seja através de uma foto de um amador que postou na internet, seja você mostrando para as pessoas o quão importante são as aves para a manutenção dos ecossistemas. E claro se você estiver praticando seu birdwatching e presenciar atos de agressão contra a natureza, derramamento de petróleo no mar ou derrubadas ilegais, comunique a polícia florestal ou o IBAMA.

Leia também:

Referências
EDITORE, Alberto Peruzzo. Autênticos insetos de coleção. Insetos, aracnídeos e outros artrópodes. A natureza de 1000 formas e cores, 2008.
MACKINNON, J. 1991. A field guide to the birds of Java and Bali. Gadjah Mada University Press, Bulaksumur, 390 p.
SIGRIST, Tomas. Avifauna Brasileira. Guia de campo Avis Brasilis. São Paulo: Avis: Brasilis, 2014 (Séria Guias de Campo Avis Brasilis, tomo V).

Nenhum comentário:

Imagens de tema por clintspencer. Tecnologia do Blogger.